Dicas  »  Economia  »  Principais

Dicas para entender tudo sobre o Imposto de Renda

Dicas para entender tudo sobre o Imposto de Renda

Em tese, é através do pagamento de impostos que o Estado consegue promover o crescimento econômico e o desenvolvimento social do país, por isso o pagamento de impostos, como, por exemplo, o de renda é um dever do cidadão.

Mas para onde exatamete vai esse dinheiro? O que o contribuinte paga em impostos é utilizado diretamente pelo Governo Federal. Grande parte desse montante retorna aos estados e municípios para ser aplicada nas suas administrações. Esses recursos são destinados à saúde, à educação, à programas de transferência de renda e de estímulo à cidadania, como o Fome Zero e o Bolsa Família.

Se essa é sua primeira vez, não se assuste, você tem até o dia 30 de abril de 2013, para declarar o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) referente a 2012.

Jose Roberto Guedes de Oliveira, técnico em Contabilidade e pós-graduado em Economia do Trabalho e Sindicalismo, dá seis dicas importantes para quem vai declarar o imposto de renda pela primeira vez. São elas:

1. Como a Receita Federal já disponibilizou o programa, pela internet, é bom instalá-lo no seu computador, sem esquecer também do programa de envio;

2. Sem necessidade alguma de um contador, preencha todos os seus dados e, em seguida, o que você recebeu realmente, através de um holerite, contra cheque, ou, como normalmente, através do “Informe de Rendimento”;

3. Havendo Imposto Retido na Fonte, não deixe de Declarar. Isto lhe será de suma importância para que a Receita Federal possa verificar e lhe informar se há Imposto de Renda a pagar ou Imposto de Renda a recolher;

4. Não se esqueça de que a Declaração de Renda tem espaço para você descrever os seus bens, tais como: saldo em bando em 31 de dezembro pretérito, terreno, casa, veículo, moto etc.

Normalmente estes bens são de valores substanciais. Não havendo a necessidade de descrever telefone, microcomputador, televisão, geladeira, fogão à gás, etc. Estes são bens caseiros;

5. Procure ser fiel na primeira declaração. Não declare algo abaixo do seu real rendimento. Isto pode lhe causar problemas futuros. Normalmente, quando ocorre este tipo de iniciativa duvidosa e de esquivo para com a Receita Federal, contribuinte é notificado para comparecer no órgão.

6. Faça a sua Declaração de Renda – Pessoa Física, com a maior naturalidade possível. Não tema nada, já que a Receita Federal não é um “bicho papão”.

Ela quer apenas saber do seu rendimento auferido, do seu verdadeiro enriquecimento com origem e da sua honestidade para com o fisco. Certamente, pode haver alguma pequena distorção (a Receita Federal relega até 20%), mas tenham sempre em mente de que a sua honestidade no demonstrativo do ganho e dos bens são voltados, pela contribuição ao Imposto de Renda.

Seguindo essas dicas você dificilmente terá problemas com o ministério da fazenda. Mais dicas podem ser encontradas em www.receitafederal.gov.br     Fonte

IMPOSTOS NO BRASIL

SERVIÇOS DE CONTABILIDADE NO BRASIL

Cómo pagar imposto de renda atrasado

IR 2013: Tudo o que você precisa saber

IMPOSTOS NO BRASIL

Novo programa para IR atrasado ou com pendência

FIRMAS DE CONTABILIDADE NO BRASIL

Comente este artigo :

Tags: , ,