Encontram restos humanos no Costa Concordia

Encontram restos humanos no Costa Concordia

Restos humanos foram encontrados nesta quinta-feira no Costa Concordia, no décimo dia depois de o navio ter sido endireitado na costa da ilha de Giglio, na Itália, segundo informações da rede americana CNN. Quando o navio naufragou, em 13 de janeiro de 2012, 32 pessoas morreram, e dois corpos ficaram na embarcação porque as equipes de resgate não conseguiram recuperá-los.

“No curso das buscas que estamos realizando na zona central do barco, os mergulhadores acharam os restos, cuja natureza deve ainda ser definida através de exames de DNA”, afirmou a Defesa Civil italiana em comunicado. Os restos foram achados em uma área central da embarcação. Até agora, as ossadas ainda não foram retiradas da água, e uma nova imersão na tarde de hoje irá trazê-las para a superfície.

Fontes da Defesa Civil italiana informaram que será necessário esperar a realização de exames de DNA para saber se os restos mortais em questão, localizados pelos mergulhadores da Guarda Litorânea, pertencem às duas pessoas que ainda estão desaparecidas, o garçom indiano Russell Rebello e a turista italiana Maria Grazia Trecarichi.

As ossadas foram encontradas na denominada “área 3 do centro do navio”, ou seja, próximo ao lugar no qual se suspeitava que os corpos dos dois desaparecidos poderiam estar. Após essa descoberta, as autoridades informaram imediatamente os familiares dos desaparecidos e a Promotoria de Grosseto, província que engloba a comuna de Isola del Giglio, enquanto os restos mortais deverão ser retirados da água ainda hoje.

“Somente os testes de DNA, que requeriam alguns dias, poderão nos dar a segurança que se trata das pessoas que estamos buscando”, declarou o chefe da Defesa Civil italiana, Franco Gabrielli, aos jornalistas concentrados no local. “Trata-se de partes que têm que ser recompostas. Desde a posição na qual se encontraram, os restos poderiam pertencer às duas vítimas, mas devemos estudá-los a fundo e, somente com (exames) o DNA, teremos esta resposta com segurança”, acrescentou.

A busca dos restos dos dois desaparecidos foi retomada após a inédita operação de verticalização do cruzeiro, que estava encalhado junto à pequena ilha italiana desde a noite do dia 13 de janeiro de 2012. Na sequência, uma vez localizados os corpos dos dois desaparecidos, o navio deverá ser levado a porto para ser transformado em sucata.

Nesta semana, em paralelo aos esforços em torno da busca dos dois desaparecidos, o julgamento do capitão do Costa Concordia também foi retomado. O italiano Francesco Schettino pode ser condenado até 20 anos de prisão sob as acusações de homicídio culposo múltiplo, abandono de embarcação, naufrágio e, inclusive, por não ter informado às autoridades portuárias sobre a colisão do navio logo após o fato.     Fonte

restos humanos no Costa Concordia

restos humanos no Costa Concordia

Comente este artigo :

Tags: , ,